I agree with Terms and Conditions and I've read
and agree Privacy Policy.

Schedule a Visit

Nulla vehicula fermentum nulla, a lobortis nisl vestibulum vel. Phasellus eget velit at.

Call us:
1-800-123-4567

Send an email:
monica.wayne@example.com

Estresse: o vilão da vida moderna

4 meses ago · · 3 comments

Estresse: o vilão da vida moderna

Afinal, o que vem a ser o estresse?

O estresse atualmente é classificado como uma síndrome que afeta o homem e consequentemente várias partes do corpo. Ele não reside nem nos fatores genéticos e nem na estrutura psíquica, mas decorre do estilo de vida contemporânea em que vivemos: mudanças profissionais (troca de emprego, demissão, promoção, excesso de trabalho), pressão social, divórcio, nascimento de um filho, morte,  doenças físicas, trânsito, barulho. Portanto ele é um fator psicossocial que traz como resultado um adoecimento. Ninguém adoece de um dia para outro. O corpo vai apresentando pequenos sinais de que não está bem, a pessoa vai se acostumando com eles e, quando se dá conta, o adoecimento está instalado.

Sinais:

  • Tensão muscular
  • Alterações de humor
  • Problemas de atenção, concentração e memória
  • Sudorese
  • Tonturas
  • Dores no corpo e na cabeça
  • Aumento do ritmo cardíaco
  • Respiração acelerada
  • Tremores
  • Aumento da pressão arterial
  • Alteração no sono
  • Problemas na pele
  • Formigamento
  • Mudança no apetite
  • Queda de cabelo

O estresse é considerado um fator de risco para o surgimento de diversas doenças, como:

  • Depressão
  • Ansiedade
  • AVC
  • Ataque cardíaco
  • Hipertensão
  • Transtornos alimentares
  • Constipação
  • Úlceras
  • Diabetes
  • Distúrbios no ciclo menstrual
  • Disfunção erétil
  • Síndrome do cólon irritável
  • Asma, bronquite
  • Problemas e audição, zumbido
  • Vitiligo
  • Psoríase

Por outro lado, em pequenas doses, o estresse é necessário, benéfico e nos impulsiona a viver. Ele é um mecanismo fisiológico que existe desde os nossos ancestrais, o homem da caverna, que lutava ou fugia diante do perigo. Essa ação é importante para nosso organismo porque faz com que o corpo libere adrenalina. No entanto, o estresse vivido nos dias atuais é bem diferente. O estresse diário inunda nosso corpo com o cortisol, hormônio que desestabiliza o equilíbrio interno podendo desencadear vários processos inflamatórios e doenças.

Importante ressaltar também que estresse está afetando as crianças. Nos dias de hoje elas têm uma agenda tão lotada com atividades quanto um adulto: escola, línguas estrangeiras, esporte, informática, reforço escolar etc. Não sobra tempo para brincar ou não fazer nada no qual é importante para o crescimento e desenvolvimento. A criança quando brinca sente-se feliz e não tem preocupações. Ela vive aquele momento e estão tirando isso delas.

O Brasil tem um dos índices mais altos de estresse: 70% da população brasileira sofrem com essa síndrome.  Importante sempre identificar o quanto antes os fatores estressores para administrar, encontrar uma forma de enfrentar e aumentar a resistência diante do estresse.

Deixo aqui como vocês algumas dicas para poder combater ou amenizar o estresse:

  • É necessário criar “brechas de prazer” na rotina, em vez de apenas aguardar, ansiosamente, pelas férias anuais.
  • Uma pausa é importante para manter o bem estar físico e mental.
  • Banhos quentes, exercícios físicos, relaxamento muscular podem ajudar, porém não alteram a fonte de estresse.
  • Ter um tempo para não fazer nada “ócio criativo”.
  • Distribuição do dia entre atividade profissional, estudo e lazer.
  • Atitude positiva diante da vida e bom humor podem fortalecer a defesa e nos proteger contra inflamações. Cultive!
  • Convívio com pessoas confiáveis (rede)
  • Hábitos alimentares saudáveis
  • Capacidade de resiliência (resistência psíquica que propicia a recuperação)
  • Escrever sobre o que se sente ou pensa também ajuda a elevar a imunidade.
  • Meditação, ioga
  • a prática do mindfulness
  • Hábito de dormir adequadamente
  • Psicoterapia – ressignificar vivências aprendendo a quebrar um ciclo de repetições.
  • Ter uma postura flexível diante da vida.
  • Encontros com amigos, com a natureza, cuidar do jardim, ouvir música, dançar, ler. O que dê prazer e relaxa.
  • Propor-se a mudar determinados hábitos que prejudicam o seu dia a dia.
  • Experiências espirituais
  • Exercícios respiratórios

Terapia Sistêmica

6 meses ago · · 0 comments

Terapia Sistêmica

A terapia sistêmica volta seu olhar para o indivíduo e os relacionamentos que o cercam. Enxerga cada indivíduo como um sistema que está inserido em vários outros como: família, amigos, trabalho, escola, social, comunidade que se envolvem mutuamente e formam um sistema em relação.

Nesse sentido um sistema é formado por um ou mais elementos ligados entre si de tal maneira que a mudança de um integrante dentro do contexto familiar vai ser seguida por uma mudança no sistema, podendo chegar a conhecer aspectos fundamentais da dinâmica das relações interpessoais sistêmicas, possibilitando diferentes conexões, diálogos, aplicabilidade e funcionalidade do manejo clínico desses membros do sistema.

A abordagem sistêmica surgiu na década de 1950 fortemente relacionada com a Terapia Familiar. Os terapeutas familiares sistêmicos consideram a família como um sistema com vários subsistemas (conjugal, paterno/materno, filial, fraterno entre outros), os quais funcionam com base nas características do sistema familiar (fronteiras, hierarquias, regras, modos de comunicação, etc).

Nessa abordagem o atendimento pode ser realizado de forma individual, casal ou família. O atendimento individual visa escutar e acolher o sofrimento psíquico do sujeito com o intuito de levá-lo a refletir sobre suas questões individuais, familiares e como esses padrões de comportamento tem interferido em sua vida.

A terapia de casal visa compreender e auxiliar as dificuldades específicas que o casal está vivendo em termos de interação do casal com os sistemas. Identifica os pontos de conflito e quais mudanças desejáveis buscam e assim permitir o fortalecimento da relação para que possam sair da crise com o mínimo de desgaste possível. A terapia de casal também acolhe o processo de separação ou divórcio.

O atendimento familiar traz o olhar sobre o funcionamento do sistema possibilitando uma maior compreensão na comunicação entre os membros da família e facilitar a busca de novos caminhos colocando em evidência a competência da própria família e ativando a participação dos membros na resolução dos seus problemas.

Principais benefícios da terapia sistêmica

  • Promoção do autoconhecimento
  • Melhorar a comunicação e as relações interpessoais
  • Compreensão do funcionamento familiar favorecendo maior clareza diante das situações apresentadas
  • Compreensão de que os comportamentos são estabelecidos por padrões
  • Compreensão da importância do entendimento, respeito e diálogo entre os envolvidos
  • Fortalecer a tomada de decisão

Outras terapias utilizadas em nosso consultório
Brainspotting
Psicoterapia Corporal em Biossíntese
PNL Programação Neurolinguística
Mindfulness

Psicoterapia Corporal em Biossíntese

6 meses ago · · 0 comments

Psicoterapia Corporal em Biossíntese

A palavra Biossíntese significa integração da vida ou modo de viver e foi criada pelo psicoterapeuta inglês David Boadella influenciado por Wilhelm Reich e seus seguidores.

Psicoterapia Corporal em Biossíntese considera o desenvolvimento humano desde sua concepção, ou seja, já na vida intrauterina seguindo a vida extrauterina. O conceito central é que existem três correntes energéticas fundamentais ou “fluxos vitais” no corpo associadas às três camadas de células germinativas no embrião a partir das quais se formam os diferentes órgãos.

Essas camadas celulares se desenvolvem simultaneamente e cada uma é responsável por determinadas regiões do nosso corpo havendo uma relação entre o orgânico e o subjetivo:

  •  O pensar ligado as nossas percepções de compreensão de mundo (ectoderma). Camada mais externa (facing) representada pelos órgãos sensoriais, sistema nervoso, pele e nervos;
  • O agir ligado aos nossos movimentos e ações (mesoderma). Camada central (grounding) representada pela corrente sanguínea, ossos, coração, músculos, rins e sistema motor;
  •  O sentir ligado as nossas emoções, sentimentos (endoderma). Camada mais interna (centring) representada pelas vísceras, órgãos digestivos, pâncreas, fígado e respiração.  

Quando há um trauma ou tensão em uma das camadas ocorre um desequilíbrio interno refletindo no externo, pois se quebra a integração entre elas dificultando o livre fluxo. O objetivo da terapia é a reintegração levando a auto-regulação, vitalização e prazer.

Nessa abordagem trabalha-se com o desbloqueio da respiração e dos centros da emoção (centring); com a retonificação dos músculos e a integração postural (grounding) e com a vinculação e a organização da experiência através do contato visual e comunicação verbal (facing).

A Psicoterapia Corporal em Biossíntese  também traz o olhar para a bioespiritualidade que é a capacidade do ser humano de estar com o melhor de si mesmo na vida.

Portanto a Biossíntese desenvolve um modelo de integração do corpo, mente e espírito. 

A quem se destina:

Situações de crises
Traumas
Síndrome do Pânico
Transtorno psicossomático

Outras terapias utilizadas em nosso consultório
Brainspotting
Abordagem Sistêmica
PNL Programação Neurolinguística
Mindfulness

Lia Kaari Psicóloga e Psicoterapeuta com 16 anos de experiência na área utilizando várias técnicas nos tratamentos terapêuticos.

PNL Programação Neurolinguística

6 meses ago · · 0 comments

PNL Programação Neurolinguística

O que é PNL?

A PNL Programação Neurolinguística estuda como se estrutura a experiência subjetiva – como se pensa sobre valores e crenças e como se cria os estados emocionais – e como se constrói o mundo interno a partir das experiências e se dá o significado.  

O nome PNL Programação Neurolinguística advém das três áreas que reúne:

P   Programação Como sequenciar as ações para alcançar metas

N Neurologia A mente e como se pensa

L Linguística Como se usa a linguagem e como ela afeta o individuo

A PNL possui seis princípios básicos. São conhecidos como os “pilares da PNL”:

  • Você – seu estado emocional e nível de habilidade;
  • As pressuposições – os princípios da PNL;
  • Rapport – a qualidade do relacionamento;
  • Resultado – saber o que quer;
  • Feedback – como saber que está conseguindo o que quer?
  • Flexibilidade – se o que está fazendo não estiver funcionando, faca algo diferente.

A PNL traz autodesenvolvimento e mudança e por isso trabalha com a conexão entre os processos neurológicos, linguagem e padrões comportamentais. Durante a vida desenvolvemos, muitas vezes, padrões de comportamento não produtivos, crenças limitantes e a PNL possibilita reorganizar esses padrões por novas formas de agir e pensar atingindo resultados mais desejados.

Ela apresenta um conjunto de modelos, habilidades e técnicas que permite pensar e agir com mais eficácia e eficiência no mundo. O objetivo da PNL é ser útil, oferecer mais opções de escolha e melhorar a qualidade de vida.

Trata também de problemas de saúde como a depressão, fobias, compulsões e doenças psicossomáticas.

Outras terapias utilizadas em nosso consultório
Brainspotting
Abordagem Sistêmica
Psicoterapia Corporal em Biossíntese
Mindfulness

Mindfulness | Terapia

6 meses ago · · 0 comments

Mindfulness | Terapia

Mindfulness é traduzido para o português como atenção plena. Designa um estado mental voltado para autorregulação da atenção para a experiência presente. Para você entender um pouco melhor o que isso quer dizer imagine a seguinte situação: Você saindo de casa para o seu trabalho. Você realiza o mesmo caminho todos os dias. Parece que é conduzido “automaticamente” ao destino. Você nem notou o que estava acontecendo ao seu redor. Seus pensamentos estavam em outro lugar.  Hoje em dia é comum vivermos no “piloto automático”, ou seja, fazemos muitas coisas sem perceber, sentir ou pensar. Não há uma conexão entre o momento presente e o que se está fazendo.

Através do mindfulness aprendemos a perceber os pensamentos, sensações corporais e emoções trazendo curiosidade, uma atitude aberta, sem julgamentos ou criticas e aceitando todos os fenômenos que se manifestam na mente consciente, todo tipo de pensamentos, memórias e sensações. Com isso aprendemos a fazer escolhas mais conscientes e funcionais.

O uso do mindfulness nas sessões proporciona a pessoa ter maior capacidade para estar presente no aqui e agora trazendo uma conexão com o seu ser, o seu perceber, o seu aceitar-se, enfim, uma nova possibilidade de experimentar e de melhorar o equilíbrio.

Os benefícios do mindfulness:

Redução de estresse, da ansiedade e da insônia
Combate a depressão
Melhora a memória e concentração
Diminuição das dores crônicas
Melhora nas relações sociais
Aumento da criatividade
Gera inteligência emocional
Estimula a criatividade
Fortalece o sistema imunológico
Mais amor e compaixão por si próprio e pelos demais  
Diminuição da irritabilidade

Outras terapias que aplicamos

Brainspotting

Abordagem Sistêmica

Psicoterapia Corporal em Biossíntese

PNL Programação Neurolinguística

Coerência Cardíaca

Coerência Cardíaca

6 meses ago · · 0 comments

Coerência Cardíaca

A coerência cardíaca é usada dentro do processo terapêutico, onde busca a manutenção da qualidade de vida e bem estar física e emocional da pessoa. Há uma conexão íntima entre o cérebro e o coração entre o pensar e o sentir e quando há uma desregulação fisiológica, ou seja, um desgaste energético muito grande, como o estresse, esses sistemas são afetados e entram em desarmonia.

Como isso ocorre?

O nosso corpo pode ser visto como uma máquina perfeita que possui uma sincronicidade entre os órgãos com funções específicas que se entrelaçam com outros sistemas (respiratório, circulatório, endócrino entre outros) fazendo nosso corpo funcionar plenamente. Para isso ele precisa de energia.  Agora imagine que seu corpo está com a quantidade de energia  totalmente carregada. Você se sente bem, consegue lidar com as situações de forma adequada e tranquila. No entanto, em outro momento, essa energia é usada totalmente sem ter realizado um “reabastecimento”. O resultado que fica é o esgotamento, a exaustão, a fadiga, a irritabilidade.

O trabalho da coerência cardíaca está pautado na resiliência que é a capacidade de preparar, recuperar e adaptar-se frente a situações estressoras, desafios e adversidades. É desenvolver a capacidade de gerenciar como você gasta e renova sua energia. Uma das técnicas é a respiração focada no coração.

A coerência cardíaca auxilia no tratamento da depressão, impulsividade, ansiedade, redução de estresse, fadiga e insônia, melhora o foco e memória, redução de dores em geral.

depressão, impulsividade, ansiedade, redução de estresse, fadiga e insônia, melhora o foco e memória, redução de dores em geral.

Frase do fundador da técnica da Coerência Cardíaca

“ As emoções são a próxima fronteira a ser compreendida e conquistada. Gerenciar nossas emoções não é sedá-las ou suprimi-las, mas compreendê-las de modo que possamos inteligentemente direcionar nossas energias e intenções emocionais. É hora dos seres humanos crescerem emocionalmente, amadurecer em cidadãos emocionalmente gerenciados e responsáveis. Nenhuma pílula mágica fará isso. ”

Doc Childre



Outras terapias utilizadas em nosso consultório
Brainspotting
Abordagem Sistêmica
Psicoterapia Corporal em Biossíntese
PNL Programação Neurolinguística
Mindfulness